Coletânea de Poesias

Sentimentos e reflexões expressos em papel (e aqui publicados eletronicamente).

Textos


Sou assim...

Sou assim
Racionalmente técnico
Iludido em ser um poeta
Um homem que escreve e que sonha
No intervalo, na prancheta
Entre o cálculo e a prosa.

Sou assim
Originalmente conservador
Espontaneamente um inovador
Um homem com fé e que sonha em casar
Batizar os seus filhos
E levá-los à comunhão.

Sou assim
Exaustivamente são
Esportivamente doente
Pelas trilhas subindo montanhas
Me preparo para dores nas juntas
Praticando uma hérnia de hiato.

Sou assim
Orgulhosamente humilde
Simplesmente teimoso
Um homem com uma certa gravidade
Que sabe quando pedir desculpas
E que sabe o valor do perdão.

Sou assim
Metodicamente organizado
Distraidamente desleixado
Um homem com planos e metas
Que persegue um grande ideal
A lutar, a cair e a recomeçar.

Sou assim
Apressadamente calmo
Tranquilamente impaciente
Um homem pontual e ansioso
Que sofre por esperar
Mas que sabe perseverar

Sou assim
Moderadamente louco
Um homem que sonha acordado
Impulsivamente querendo acertar
E que quer te querer
E que ama te amar.


Rio, 05/08/1985
Maurício Victor de Uzeda
Enviado por Maurício Victor de Uzeda em 08/02/2017
Alterado em 09/02/2017
Copyright © 2017. Todos os direitos reservados.
Você não pode copiar, exibir, distribuir, executar, criar obras derivadas nem fazer uso comercial desta obra sem a devida permissão do autor.


Comentários

Site do Escritor criado por Recanto das Letras